Blog Toques & Dicas da eNT www.nadiatimm.com

Blog Toques & Dicas, seção da Revista Eletrônica Nádia Timm - eNT

30.11.05

DIA MUNDIAL DE LUTA CONTRA A AIDS

PROGRAMA DA ONU PARA AIDS E GRUPO BRASIL TELECOM PROMOVEM AÇÕES DE PREVENÇÃO EM SITES DA INTERNET



Mensagens de prevenção à aids e informações essenciais sobre a epidemia começam a circular dia 1º de dezembro, em sites de paquera e salas de papo da internet. A iniciativa – inédita no país – é do Programa Conjunto das Nações Unidas sobre HIV/Aids – UNAIDS e do Grupo Brasil Telecom – detentor dos sites IG, BrTurbo e Ibest, que estão entre os mais visitados do país.

“Verificamos que, apesar de extremamente populares, principalmente entre adolescentes e jovens, esses sites de paquera e essas salas de bate-papo não traziam mensagens de prevenção ao HIV e à aids”, destaca Marie-Pierre Poirier, presidente do Grupo Temático do UNAIDS e representante do UNICEF no Brasil. “Seria excelente se outros sites tivessem a mesma iniciativa. A internet é um instrumento fundamental para se transmitir informação sobre HIV/aids e promover a prevenção”, completa.

Maior site de uso gratuito no Brasil, o IG dedica várias páginas e links ao Dia Mundial de Luta contra a Aids, todas elas repletas de informações essenciais sobre HIV e aids, sempre numa linguagem acessível à maioria dos usuários da internet, sobretudo jovens.

A idéia é que as mensagens de prevenção que começam a circular hoje nos sites da empresa sejam substituídas periodicamente. As informações sobre HIV e aids também têm caráter permanente, com links para outros sites relacionados com o mesmo tema. Além de textos, as páginas exibem ilustrações e “banners”, que poderão ser copiados para blogs e sites pessoais.

A iniciativa, segundo o UNAIDS e a Brasil Telecom, representa a perspectiva de ampla parceria que as duas instituições pretendem estabelecer com o fim de promover e reforçar a prevenção ao HIV/aids e ao uso indevido de drogas junto aos funcionários, seus familiares e amigos, assim como aos parceiros e fornecedores da empresa. O poder de multiplicação da informação é incalculável, acreditam os idealizadores.

“Um dos objetivos das Nações Unidas é apoiar a resposta brasileira à epidemia de aids. Por isso, vemos como extremamente positivo o interesse de uma empresa em buscar apoio do UNAIDS para desenvolver sua política de prevenção, sempre de acordo com as orientações gerais do próprio programa de aids do Governo brasileiro e com as diretrizes básicas da ONU”, ressalta Marie-Pierre Poirier.

Para conhecer as mensagens e informações de prevenção: www.ig.com.br (IG Cidadania e IGirl)e www.brturbo.com.br. Em breve, também em www.ibest.com.br .

25.11.05

Notícias do Fórum Social Mundia 2006

Verena Glass - Carta Maior

Já era esperado, mas a definição do adiamento do capítulo paquistanês do Fórum Social Mundial 2006, que deveria ocorrer de forma policêntrico na Venezuela (Caracas), Mali (Bamako) e Paquistão (Karachi), foi tomada apenas na semana passada pelo Comitê Nacional e pelo Comitê Organizador (CO) do FSM 2006 em Karachi. O que pesou nesta decisão, segundo os paquistaneses, foi toda a conjuntura nacional pós-terremoto que arrasou o Sul da Ásia no mês passado.

Segundo o informe do secretário do Comitê Paquistanês, Irfan Mufti, o principal problema para a realização do evento – que já conta com a inscrição de 238 atividades até o momento -, além da dedicação dos esforços ao socorro às vítimas do terremoto e à reconstrução do país por grande parte das organizações participantes do FSM, é a captação de recursos. “Foi informado que o número de doadores (tanto indivíduos quanto organizações) que haviam se comprometido a financiar o evento antes do terremoto foi reduzido, uma vez que a maioria desses recursos foi agora destinada ao socorro às vítimas e aos trabalhos de reconstrução”, diz o relatório de Mufti.

Apesar de depender de uma avaliação final do Conselho internacional do FSM e de seu Conselho Asiático, a realização do evento deve ser adiada, segundo as previsões dos organizadores, em pelo menos dois meses. Um Fórum Social Paquistão de dois dias deve ocorrer na cidade de Lahore em 23 e 24 de janeiro, de para discutir essas questões.

Reconstrução
De acordo com a última reunião do comitê organizador de Karachi, a secretaria do FSM no país continuará ativa, mas, no próximo período, passará a “observar e monitorar a ajuda vinda para a reconstrução” em função de graves denúncias de desvios e falta de transparência na aplicação da ajuda humanitária. Também deve acompanhar de perto a ação dos militares e a perspectiva de fortalecimento de sua intervenção no país.

Por outro lado, o secretariado paquistanês decidiu formar um comitê de trabalho para ajudar o Fórum a “contribuir no socorro e na reconstrução [do país], especialmente na preparação de novos abrigos com a assistência das organizações participantes e outros apoiadores”.

Concomitantemente, os trabalhos de organização burocrática e estrutural do FSM de Karachi devem continuar normalmente nos setores de mobilização, inscrições para o evento e “outros debates essenciais para a manutenção da organização e para que não haja nenhuma quebra ou intervalo”.

Já em Caracas...
Confirmando a tendência de “centro” do FSM policêntrico de 2006, a Venezuela, se depender do esforço de várias lideranças internacionais ligadas à Rede de Movimentos Sociaisdo FSM, poderá contar pela primeira vez em uma edição do Fórum com a participação de membros do movimento zapatista mexicano, cuja insurgência em 1994 inspirou grande parte do movimento altermundista que culminou no FSM em 2001.

Em carta enviada ao Exercito Zapatista de Libertação Nacional (EZLN) e às “comunidades zapatistas”, lideranças de movimentos sociais e intelectuais, como João Pedro Stédile pelo MST e Via Campesina, o premio Nobel da Paz argentino, Adolfo Pérez Esquivel, o sociólogo belga François Houtart, pelo Fórum Mundial das Alternativas, Rafael Freire, dirigente da CUT, pela Aliança Social Continental, o cientista político belga Eric Toussaint, pelo Comitê para a Abolição da Dívida do Terceiro Mundo, entre outros formalizaram um convite à participação do evento em Caracas para “trabalhar juntos pela construção desse mundo onde caibam todos os nossos mundos, com nossas diferenças mas com um mesmo compromisso”.

Segundo Nalu Faria, coordenadora da Marcha Mundial de Mulheres no Brasil, a idéia dos convocantes foi reforçar o grau de mobilização dos movimentos sociais da América Latina para ampliar a correlação de forças contra o projeto dos EUA para a região, esforço para o qual a participação do movimento zapatista seria fundamental. “Até a última sexta (18), quando nos reunimos, ainda não tivemos resposta. Estamos no aguardo”, diz Nalu.

Apesar de ter sido convidado outras vezes pela organização do Fórum, a participação dos zapatistas no processo FSM nunca ocorreu de forma presencial – o Subcomandante Marco, liderança mais conhecida do movimento, já enviou anteriormente notas de apoio aos seus participantes.

Desta vez, avaliam os movimentos, pode ser diferente. “A América Latina, como vocês sabem, se encontra em uma emergencia em duplo sentido. Por um lado, pela ofensiva econômica, cultural e militar implacável dos Estados Unidos, que procura submeter o continente completo a seus desígnios e interesses; por outro, pela insurgência dos povos, dos quais somos parte, que defendem seu território, formas de vida e autodeterminação. (...) Sabemos, como vocês, que, se esta guerra for perdida, já não haverá uma próxima guerra que lutar”, diz a carta. E termina: “na Venezuela precisamos de vocês”.

21.11.05

Dança Criativa on-line

Dentro de uma proposta inovadora, que permite levar o conhecimento da dança através da educação à distância, a Universidade Livre da Dança - Unidança, está com inscrições abertas para a segunda turma do curso “Dança Criativa”, cujas aulas terão início no final de novembro. Totalmente on-line, o curso aborda essa nova e ousada técnica que ensina o aluno a encontrar o uso criativo dos elementos da dança, além de apresentar o trabalho que pode ser utilizado com crianças e em escolas regulares.

A primeira turma encerrou as aulas no começo do novembro e foi aprovado pelos participantes. “O curso foi proveitoso, dinâmico e fácil de ser absorvido. Espero que tenha mais cursos como este porque a minha dificuldade é sair da minha cidade”, escreveu Rossana Manfredini, de Garapuava, PR, no mural de recados do site. “Gostei muito do curso. Já estou aplicando e o resultado está sendo maravilhoso”, escreveu Solange Pansarim, de Jundiaí, SP.



Serviço:

Dança Criativa

Período das aulas: de 28/11 a 20/12/2005 (21 horas / aula)


Responsável pelo conteúdo do curso e acompanhamento: Profª Angela Maria Gonçalves Ferreira

Mais informações e matrículas: www.unidanca.com.br



O que é a Unidança



A Universidade Livre da Dança, Unidança, é um projeto criado para que o conhecimento seja tão amplo quanto a dança, chegando onde for preciso, inclusive para quem mora longe dos grandes centros e tem dificuldade em encontrar cursos, professores e informação sobre dança.

A Unidança é também para quem precisa de base teórica. Ela atua com metodologia, carga horária e conteúdos que podem ser disponibilizados por meio de cursos à distância, presenciais e mistos (à distância e presenciais), todos voltados para a formação do profissional.

A partir do computador o aluno pode escolher o horário de estudo, cumpre módulos, tem acesso a apostilas, faz exercícios e pode tirar dúvidas com professores,além de trocar experiências e conversar com alunos do mesmo módulo de diferentes lugares do Brasil.

O tempo de duração do curso vai depender do desempenho e do tempo disponível de cada um, havendo no entanto um tempo máximo para a sua conclusão. Há ainda um fórum para discussões, mural para avisos e suporte operacional.

Os colaboradores do projeto são:

- Profª Angela Maria Gonçalves Ferreira - Bailarina, Coreógrafa, Pedagoga e Mestre em Ciência da Arte. Coordenadora pedagógica da Unidança.

- Artur Roman - Doutor em Ciências da Comunicação (ECA/USP). Mestre em Lingüística (UFPR). Professor da FAE Bussiness School de Curitiba. Tutor da AIEC. Responsável pela área metodológica e pelo design pedagógico dos cursos à distância.

17.11.05

Empresas exportadoras recebem devolução de tributos

Todas as empresas brasileiras que exportam produtos podem ter o ressarcimento das taxas que foram pagas indevidamente à Secretaria Federal do Brasil. O erro ocorre porque apenas as empresas importadoras de produtos pagam esta taxa. As exportadoras são livres da contribuição. Mesmo assim a Secretaria efetuou a cobrança indevida. Estudos do Instituto de Direito Empresarial Lima Lopes (Idell) revelam que o valor dos tributos cobrados erroneamente à Secretaria representa até 8% do total pago em impostos.

O processo judicial é aberto contra a Secretaria da Receita Federal - união das antigas Secretarias da Receita Federal e o Instituto Nacional do Seguro Social (INSS). O questionamento já obteve sucesso na Justiça. Existem casos já julgados até em última instância, o que formou jurisprudência.

“Além de possibilitar o ressarcimento das tarifas pagas a mais, a ação impede que seja efetuado um novo recolhimento indevido sobre a produção exportada”, explica a presidente do Instituto de Direito Empresarial Lima Lopes, advogada Lucyanna Lima Lopes. Ela se baseia nessas sentenças para desenvolver sua tese de defesa. “Ao argumentar com base em situações concretas, as chances de vitória dos clientes aumentam consideravelmente”, explica a advogada.

Empresas rurais e agroindustriais, por exemplo, já foram restituídas em 9,5% do valor tributado sobre exportações. Graças às sentenças estabelecidas, micro e pequenas empresas (Simples) podem receber entre 2,5% e 7,5% das receitas de exportação. As indústrias, de maneira geral, podem requisitar à Receita uma quantia aproximada de 7,5 % dos impostos indevidamente recolhidos.







Investimento



Os valores iniciais da ação na Justiça têm custo baixo, e o tempo de espera é o normal em ações contra a União. Lima Lopes informa que “a ação, envolvendo custos do processo, agregados proporcionalmente aos valores pagos sem necessidade, não passam dos R$ 1.000, 00 – mais os investimentos com honorários advocatícios. O tempo de espera pela sentença final fica, mais ou menos, entre 3 e 5 anos”.



Liminar

A vantagem da ação é que o empresário pode pedir o bloqueio da contribuição durante o processo. Sobre o não-recolhimento das taxas. A diretora do escritório Lima Lopes Advogados Associados sempre aconselha aos seus clientes que depositem o valor possivelmente cobrado pela União, como uma garantia para o futuro.

“O depósito em juízo é uma garantia importante ao cliente. Em caso de derrota, a parte reclamante pode precisar recolher os tributos. Depositando previamente a quantia em calção, o equilíbrio de sua balança comercial fica assegurado”. Ao vencer o litígio, Lima Lopes informa que a restituição do depósito é integral e corrigida pelos juros da poupança.



Serviço:

Mais informações com Lucyanna Lima Lopes: fone 3016.6063 / (41) 8818.7691

16.11.05

Tecnologia brasileira para o mundo

Primeira publicação da América latina no setor, revista é lançada com sucesso no Congresso Internacional de Biodiesel, em São Paulo

Que o Brasil é o pioneiro mundial na tecnologia de produção de biodiesel não é novidade para a maioria dos especialistas do setor. O fato é que esses avanços, mostrados com riqueza de detalhes no primeiro número da Revista Biodiesel & Agronegócios, tem despertado interesse na América Latina e resto do mundo. Moral da história: a Revista Biodiesel já está consolidada com porta-voz do conhecimento brasileiro nessa área para toda a comunidade mundial.

"Já enviamos nossa revista para mais de 15 países da Europa, sem contar nossos vizinhos da América Latina e EUA", relata o editor Rogério Menani. "A meta agora é aprofundar esses contatos para que resultem em novos negócios para os parceiros do nosso empreendimento", conclui.

A Revista Biodiesel foi lançada segunda-feira, dia 8 de novembro, no Anhembi, em São Paulo, durante o Congresso Internacional de Biodiesel, organizado pelo professor da USP Dr. Miguel Dab Doub. Foram mais de 300 participantes de inúmeros países, assistindo uma grade de palestras heterogênea e democrática, que contemplou diferentes empresas, experiências e correntes tecnológicas do setor.

De acordo com o plano de mercado da nova publicação, uma de suas vantagens é a capacidade de chegar ao público específico do setor, diretamente a profissionais e empresas de alto envolvimento com o tema e que buscam informação e contatos na área.
A primeira edição da Revista Biodiesel & Agronegócios já se aprofunda nos mais variados assuntos dentro da temática da agroenergia. As novas plantas de produção, os equipamentos indicados e os profissionais que fizeram história estão contemplados nesse número.
"Há muito mais a fazer", considera Menani. "O universo da agroenergia é extenso e cheio de detalhes, que estão espalhados por todo o país. Num primeiro momento, é necessário apoio total e irrestrito de empresas, pesquisadores e órgãos governamentais, tudo para que o projeto possa funcionar e atingir seus objetivos", diz.

14.11.05

Prêmio Professores do Brasil

O Prêmio Professores do Brasil, que tem como objetivo reconhecer e valorizar o empenho de professores brasileiros que atuam na educação infantil e no ensino fundamental, anuncia os nomes dos professores ganhadores desta edição. O prêmio, fruto da união de duas importantes e tradicionais premiações do Brasil, o Prêmio Incentivo à Educação Fundamental, da Fundação Bunge, e o Prêmio Qualidade na Educação Infantil, da Fundação Orsa, é realizado em parceria com o Ministério da Educação.

Os vinte trabalhos premiados deste ano – 10 da educação infantil e 10 do ensino fundamental - foram escolhidos por uma Comissão Julgadora Nacional, formada por

integrantes do Ministério da Educação e especialistas na área da educação.

A cerimônia de entrega do prêmio será no dia 23 de novembro, no Ministério da Educação, em Brasília, às 10h00. A cerimônia contará com a presença do Ministro da Educação, Fernando Haddad. Os vencedores receberão R$ 5.000,00, diploma, troféu idealizado pela artista plástica Maria Bonomi, além de viagem à Brasília.



Troca de experiências

No dia 22 de novembro, a Fundação Bunge e a Fundação Orsa, juntamente com o Ministério da Educação, promoverão o 1º Seminário Professores do Brasil, das 8h30 às 18h30, no Kubitschek Plaza Hotel – SHN, Quadra 02, Bloco “E”. O evento visa permitir a troca de experiências entre os educadores premiados e professores da rede pública de ensino do Distrito Federal. Mais informações podem ser obtidas pelo telefone do MEC: 0800.616161.



Profissionais agraciadas



As profissionais agraciadas na categoria Educação Infantil são: Maria Dione da Silva Lopes, do Acre; Cláudia Beatriz Souza de Jesus, da Bahia; Lucinéia Soprani Camargo, do Espírito Santo; Maria de Jesus Gomes Almeida, de Goiás; Maria do Perpétuo Socorro Costa Pereira, do Maranhão; Mara Aparecida Manzoli Caldeiram, do Mato Grosso do Sul; Patrícia da Silva Dutra, da Paraíba; Renata dos Santos Melro, do Rio de Janeiro; Juceli Hack de Oliveira, do Rio Grande do Sul e Cristiane Lopes, de Santa Catarina.

Já as vencedoras na categoria Ensino Fundamental são: Jaqueline Maria de Souza Dias, do Amazonas; Evanir de Oliveira Pinheiro, do Rio Grande do Norte; Ana Lúcia Machado, de Santa Catarina; Regina Maria Schein dos Santos, do Rio Grande do Sul; Maria Rita Lorêdo, de Minas Gerais; Valmária Martins da Silva, do Distrito Federal; Cristina Pires Dias Lins, do Mato Grosso do Sul; Paula de Fátima Cavagnari, do Paraná; Eliana Francisca dos Santos Garcia e Luciane Rosário Sampaio Frizzera, do Espírito Santo.



Sobre os Projetos premiados



Ensino Fundamental


Projeto: Camisas para ler e aprender

Professora: Jaqueline Maria de Souza Dias – AM

Projeto desenvolvido com alunos da 2ª série do ensino fundamental com o objetivo de despertar o interesse pela leitura e familiarizá-los com os diferentes tipos de textos. Os textos redigidos pelos alunos foram estampados em camisetas, para serem usadas por eles no dia-a-dia.

Projeto: Para que a vida nos dê flor e frutos

Professora: Evanir de Oliveira Pinheiro – RN

Relato realizado em uma instituição municipal, de zona urbana do Rio Grande do Norte, com crianças de 8 e 9 anos. A experiência teve origem da necessidade de cuidar, preservar, respeitar e valorizar as riquezas naturais e culturais da região.


Projeto: Cidadania Infância e a estética do olhar

Professora: Ana Lúcia Machado – SC

Projeto realizado na zona urbana de Santa Catarina de 2004 a 2005, com estudantes de 3ª e 4ª séries, tendo como foco a exploração da linguagem cinematográfica. As crianças elaboraram conhecimentos éticos, estéticos, técnicos, culturais e artísticos.


Projeto: O mundo dos brinquedos e os brinquedos do mundo

Professora: Regina Maria Schein dos Santos – RS

O projeto objetivou despertar o senso crítico dos alunos e a vontade de buscar conhecimentos por meio da observação e reflexão. Para isso, utilizou-se brinquedos que atraíssem a atenção, como o pião e a pipa. A professa e os alunos estudaram a história dos brinquedos, as maneiras de brincar e as possíveis jogadas.

Projeto: Das formas às fórmulas. Arte e Geometria num contexto interdisciplinar

Professora: Maria Rita Lorêdo – MG

Em uma escola municipal com crianças de 8 a 13 anos, em sala multisseriada, foi realizado trabalho interdisciplinar, a partir da educação artística e os conhecimentos matemáticos, focando a percepção do estético, a lógica e as habilidades de linguagem e de comunicação.





Projeto: Negro que te quero SER Negro

Professor: Valmária Martins da Silva – DF

Projeto realizado em uma escola, com crianças de 6 a 8 anos, que foi adotado como projeto político pedagógico. Teve como objetivo principal resgatar a memória, a história e os valores culturais, artísticos e religiosos da população negra.


Projeto: Intercâmbio cultural: Indígenas e não indígenas respeitando as diferenças, repudiando as injustiças e discriminações

Professora: Cristina Pires Dias Lins – MS

A experiência ocorreu em uma escola municipal de periferia, em Mato Grosso do Sul. A professora identificou preconceitos das crianças em relação aos indígenas, o que desencadeou uma proposta pedagógica que envolveu conhecimento mútuo e valorização da multiculturalidade.

Projeto: O Doce Gostinho de Aprender através do rótulo e embalagens de bala

Professora: Paula de Fátima Cavagnari – PR

O projeto teve como objetivo despertar o interesse e o raciocínio dos alunos. Para isso, a professora utilizou balas de vários sabores, cores, marcas e regiões e suas embalagens para criar brincadeiras e atividades, como por exemplo, os alunos eram estimulados a fazer associações de palavras que começassem com a mesma letra da marca da bala.

Projeto: Horticultura e Meio Ambiente vivendo e aprendendo

Professora: Eliana Francisca dos Santos Garcia – ES

Desenvolvido com alunos da 4ª série do ensino fundamental, com o objetivo de mostrar as vantagens de cultivar horta em casa, como melhorar a alimentação familiar e ajudar a comunidade e as crianças com problemas alimentares. Para isso, a professora implantou dentro da escola um projeto de cultivo de hortas e as verduras e legumes foram utilizados para incrementar a merenda escolar.


Projeto: Desembalando o lixo do bairro Jardim Carapina

Professora: Luciane Rosário Sampaio Frizzera – ES

O projeto foi desenvolvido com alunos da 4ª série com o objetivo de conscientizar a comunidade escolar sobre as importâncias da reciclagem e proteção do meio ambiente.



Educação Infantil


Projeto: Educação no Trânsito

Professora: Maria Dione da Silva Lopes – AC

O projeto foi desenvolvido na Escola de Educação Infantil Raimundo Quirino Nobre, localizada no município de Cruzeiro do Sul, Estado do Acre, com crianças de 4 a 6 anos. A escola atende à população de baixa renda, composta de empregados domésticos e desempregados, com pouca escolaridade.


Professora: Cláudia Beatriz Souza de Jesus – BA

Projeto: Prática leitora através do brinquedo: 1, 2, 3 "lereuei" do pião ap "bey blade"
O projeto foi realizado com crianças da Educação Infantil, na Escola Municipal de Nova Esperança - Prof. Arx Tourinho, situada na periferia de Salvador.

Projeto: Pequenos Aprendizes: "pintando o sete". A arte que ousamos mostrar

Professora: Lucinéia Soprani Camargo – ES

O projeto foi realizado no Centro Municipal de Educação Infantil - CEMEI "Zélia Vianna de Aguiar", situado em Vitória, Espírito Santo. A clientela do centro é formada por famílias cuja situação social é heterogênea, as crianças são filhas e filhos de trabalhadores domésticos, funcionários públicos e de empresas privadas.

Projeto: Descobrindo-se e movimentando-se!

Professora: Maria de Jesus Gomes Almeida – GO

O projeto "Descobrindo-se e movimentando-se" foi desenvolvido com crianças de 4 a 6 anos, na Escola Municipal Nilza Aires Soares, localizada na Vila Teotônio Vilela, município de Catalão, Goiás. O trabalho ineterdisciplinar visou desenvolver nas crianças maior controle psicomotor, para isso a professora utilizou brincadeiras e atividades de psicomotricidade envolvendo conhecimento do espaço físico no qual as crianças interagem e interferem. O projeto ainda está em andamento.


Projeto: Pregoeiros: conhecendo um pouco dessa história

Professora: Maria do Perpétuo Socorro Costa Pereira – MA

O projeto foi desenvolvido com 25 crianças, de 6 anos, do 3º período do Centro de Educação Infantil Paulo Freire, em Mato Grosso. É uma instituição da rede municipal de ensino situada em bairro periférico da cidade de São Luís do Maranhão, com gestão democrática e formação continuada de professores.

Projeto: Fazendo arte pra contar a história

Professora: Mara Aparecida Manzoli Caldeira – MS

O Centro de Recreação Infantil - CREI foi criado com o objetivo de atender às 92 crianças, filhos de funcionários do T.J. do Município de Taveirópolis, em Mato Grosso do Sul. O projeto premiado foi desenvolvido com crianças de 4 a 6 anos, para estimular a criatividade, o gosto pela pesquisa, trabalhando com técnicas artísticas e um pouco da história de Campo Grande. Para isso, a professora utilizou-se de aulas-passeio pelos pontos históricos da cidade, entrevistando parentes de artistas da cidade e envolvendo a comunidade.


Projeto: Construindo Identidades

Professora: Patrícia da Silva Dutra – PB

O projeto "Construindo Identidades" foi realizado na Creche Santa Catarina, localizada no município de Cabedelo, no Estado da Paraíba. O trabalho foi desenvolvido com crianças de maternal, de1 a 3 anos. A comunidade local possui baixa escolaridade e vive da pesca e do comércio informal.

Projeto: Arte Naif e outras Artes na Educação Infantil

Professora: Renata dos Santos Melro – RJ

A Unidade Municipal de Educação Infantil Rosalina de Araújo Costa está situada no Município de Niterói, Estado do Rio de Janeiro. Nessa instituição foi desenvolvido o projeto "Arte Naïf e outras artes na Educação Infantil" com crianças de 4 a 6 anos de idade. O bairro Barreto é residencial, contando com comércio e atividades de prestação de serviços e atividades de lazer no horto municipal, escola de samba e dois clubes. O trabalho é resultado da reformulação pedagógica da escola, que tem como um dos eixos principais a relação da escola com a arte e a cultura. O projeto oportunizou uma imersão no universo da arte Naïf por meio da pesquisa sobre a vida de diversos artistas populares, para que a comunidade escolar pudesse se ver como produtora e apreciadora de cultura.


Projeto: A Mãe África e seus Filhos Brasileiros: Resgatando a Cultura Afro-Brasileira no Jardim Nível 6

Professor: Juceli Hack de Oliveira – RS

O projeto foi desenvolvido no EMEF Vereador Arnaldo Reinhardt, localizado em Nova Hamburgo, no Rio Grande do Sul, com crianças de 4 a 6 anos. A comunidade é formada por operários da indústria calçadista, com baixa escolaridade e situação socioeconômica de carência. Motivada por conflitos entre duas crianças, sendo uma delas negra, a professora iniciou um trabalho em que o diálogo sobre as diferenças seria retomado em várias outras situações surgidas.

Projeto: É Música no Ar...

Professora: Cristiane Lopes – SC

A experiência foi realizada no Centro de Educação Infantil Bem-te-vi, em Florianópolis, com crianças de 3 a 4 anos, situada em comunidade de recursos médios. O projeto surgiu pela observação da professora sobre o interesse das crianças em cantar, dançar e ouvir CDs.

10.11.05

FESTCINE GOIÂNIA ENCERRA HOJE SUA PRIMEIRA EDIÇÃO

Hoje, dia 10 de novembro, chega ao final o FestCine Goiânia, primeiro festival de cinema brasileiro da cidade, que contou com a participação do público e de personalidades e profissionais do meio cinematográfico.



Na noite dessa quinta-feira o festival divulgará os filmes vencedores das diversas mostras competitivas, escolhidos pelo júri formado por Rubens Ewald Filho, André Klotzel, Aluísio Abranches, Toni Venturi e Wladimir Carvalho, que escolherão os títulos contemplados com o total de R$ 168 mil em prêmios, oferecidos pela Prefeitura de Goiânia, por intermédio da SECULT - Secretaria Municipal da Cultura de Goiânia.



Estima-se que tenha participado das diversas atividades do festival, até o final do dia, quando encerram-se as atividades gratuitas, mais de 10 mil pessoas, que tiveram acesso aos filmes, palestras, oficinas, mesas redondas e lançamentos de livros, realizados entre os dias 4 e 10 de novembro.



Com orçamento de ordem de 1,2 milhões, o festival destinou parte do dinheiro ao incentivo da produção local, lançando o primeiro edital de curtas da SECULT, que selecionou 5 roteiros de ficção e documentário. Cada um dos roteiros recebeu R$ 30 mil para a realização das obras que foram apresentadas durante a programação do FestCine Goiânia.



Circularam pela cidade mais de 70 profissionais do meio cinematográfico nacional, incluindo personalidades como Paulo Betti, Eliane Lage, Neusa Borges, José Dumont, Débora Duboc, Rubens Ewald Filho, Wladimir Carvalho, João Batista de Andrade, Nichola Siri, Leandro Firmino, Marcélia Cartaxo, Guilherme Vieira, Cleslay Delfino, Stephan Nercessian e muitos outros.



O festival também demonstrou sua contribuição para a formação de platéias para o cinema brasileiro, através do oferecimento de ingressos grátis para todas as sessões, e da parceria com a Secretaria Municipal da Educação, que proporcionou aos alunos de escolas públicas da periferia de Goiânia o acesso ao Festivalzinho. As crianças lotaram todas as sessões do filmes infantis e, em algumas delas, tiveram contato com os artistas presentes em várias exibições da categoria.



No seu último dia, o festival não deixa de ser menos interessante. Está programada uma sessão em homenagem ao cineasta radicado em Brasília, Geraldo Moraes, em que será exibido seu primeiro longa, A DIFÍCIL VIAGEM. Também continuam as sessões do Festivalzinho e reprises da mostra competitiva de ontem, dia 9.



Às 20h30 acontece a solenidade de encerramento, com a cerimônia de premiação, dessa vez para convidados, que conhecerão os vencedores do troféu Goiânia, obra do artista plástico Siron Franco. As atrizes Eliane Lage e Dira Paes, a produtora Assunção Hernandes, o cineasta Geraldo Moraes e o ator Raul Cortez, embora Raul não possa comparecer à cerimônia, serão os homenageados do 1º FestCine Goiânia.



Os filmes vencedores serão divulgados à imprensa ainda na noite de hoje.







Informações para a imprensa nacional:

Renata Lima - F&M Assessoria de Imprensa
lima.santos@uol.com.br

8.11.05

TV digital brasileira deve ser testada na Copa de 2006

O sistema digital de televisão deve ser testado no Brasil na Copa de 2006, afirmou o ministro das Comunicações, Hélio Costa, em audiência pública ontem no Conselho de Comunicação Social (CCS), no Senado. O ministro anunciou que até o final do ano o sistema brasileiro de TV digital deverá ser concluído.

– O modelo mistura a tecnologia internacional com soluções para a realidade brasileira – comentou o ministro.

Hélio Costa disse que o passo seguinte será definir o padrão de modulação e as ferramentas de informática e eletrônica a serem utilizados. De acordo com o ministro, uma das exigências do governo é de que a TV digital seja aberta, já que a maioria dos brasileiros não tem acesso à TV a cabo. Segundo ele, na primeira semana de janeiro, o modelo já estará estabelecido, permitindo que as emissoras se preparem para transmitir em julho.

Convergência tecnológica

A convergência tecnológica dos meios de comunicação também foi tema da audiência pública e contou com a participação do vice-presidente das Organizações Globo, Evandro do Carmo Guimarães, e do presidente da Associação Brasileira de Telecomunicações, Ronaldo Iabrudi dos Santos Pereira.
38952

7.11.05

Concurso de Design Social

A Gave Cozinhas e Armários lança no dia 09 de novembro, às 20:00, no Show Room Gave, o I Concurso de Design Gave Ação Social. O objetivo do concurso é criar, produzir e doar brinquedos, móveis e utensílios à instituições de auxilio social do Estado de Goiás durante o ano de 2006.

A primeira edição do Concurso de Design Gave Ação Social, premia com passagens aéreas Goiânia-Milão-Goiânia os primeiros colocados em duas categorias: Profissionais e Estudantes de arquitetura, decoração e design. Aos estudantes será oferecido também estágio remunerado na Indústria Gave.

Os participantes do concurso deverão apresentar projetos de produtos que tragam soluções para necessidades identificadas nas entidades sociais cadastradas pelo concurso. A Organização das Voluntárias do Estado de Goiás indicou dez instituições que serão beneficiadas com a produção dos projetos premiados conforme edital publicado no site www.gave.com.br.

O Concurso é a primeira atividade do Projeto Gave Ação Social que promove a inclusão social e a formação da consciência ambiental. O Projeto Gave Ação Social consiste na formação de jovens carentes como aprendizes no ofício da marcenaria, na reciclagem de materiais com a utilização das sobras industriais, na produção de móveis, brinquedos e utensílios para instituições filantrópicas, na identificação de novos talentos e na popularização do design goiano.

A partir de 2006, os produtos Gave terão além do selo de qualidade, a indicação de produto que favorece o crescimento social com o mínimo impacto ao meio ambiente.

O lançamento do I Concurso de Design Gave Ação Social será realizado dentro da programação gastronômica do Gave Bistrô, evento que promove a apresentação dos melhores Chefs da cidade, nesta edição com o Chef Roberto Andrade.


Serviço:

I Concurso de Design Gave Ação Social - Lançamento para imprensa e convidados.

Data: 09/11/2005

Horário: 20:00 horas

Local: Show Room Gave – Av. T-01, n. 2.252, St. Bueno, fone: 62. 3285.7372, Goiânia,Go

Inscrições: 09.11.2005 à 30.11.2005.

6.11.05

Solidariedade à Criança com Câncer

AACC – Associação de Apoio à Criança com Câncer vende cartões de Natal em prol da construção do Instituto Thiago Cavalcanti Rotta



A AACC já iniciou a venda dos cartões de Natal 2005, que trazem seis diferentes desenhos natalinos feitos pelas próprias crianças no centro de suporte educacional e na própria AACC.

O dinheiro arrecadado com a venda dos cartões ajudará a AACC a continuar dando apoio às crianças e jovens com câncer e seus familiares, garantindo alimentação, remédios, transporte, educação e lazer. Além disso, também irá contribuir para a construção do Instituto Thiago Cavalcanti Rotta, o maior hospital de tratamento de câncer infantil da América Latina.

Os cartões podem ser encontrados na própria AACC, que fica na Rua Borges Lagoa, 1603, no Ibirapuera. Telefone para contato: 11 5084-5434



Sobre a AACC



A AACC - Associação de Apoio à Criança com Câncer é uma organização não governamental considerada modelo mundial no tratamento e assistência de crianças com câncer. Criada em 1984, pelo casal Dr. José Marcus Rotta e Wanir Leão Cavalcanti Rotta, a associação fornece assistência gratuita a crianças e adolescentes com câncer, com idade de zero a 20 anos.

A instituição oferece tratamento adequado à doença, serviços como alojamento, alimentação, vestuário, transportes, medicação, próteses, suporte educacional, tratamento psico-pedagógico, social, existencial e lazer. Dá ainda o mais importante: amor, carinho e atenção.

A organização também apóia pesquisas, colabora no aperfeiçoamento e formação de profissionais de saúde, capacita voluntários e trabalha na construção de um centro de referência dedicado exclusivamente ao tratamento e à reabilitação de crianças com câncer. Durante esses 20 anos de existência, já foram realizados mais de 40 mil atendimentos. Graças aos esforços de toda a equipe de funcionários e voluntários da ONG, a AACC já registra hoje mais de mil doadores mensais, entre eles pessoas físicas e empresas.

O nome Instituto Thiago Cavalcanti Rotta é uma homenagem dos criadores da AACC, ao filho Thiago, de quatro anos, que faleceu em decorrência da doença.

1.11.05

PROTESTO ANTI-BUSH


Apesar da segurança para os 34 presidentes que participam da Cúpula das Américas, que ocorre dias 4 e 5 em Mar del Plata, 500 organizações sociais mantêm agenda da Cúpula dos Povos contra Bush, que inclui Alca, militarização e OMC. Protestos devem ter presença de Chávez, Maradona e Cindy Sheehan. A Carta Maior acompanha direto da Argentina.


Verena Glass - Carta Maior

Mar del Plata, Argentina – A pequena cidade de Mar del Plata, principal destino dos turistas de Buenos Aires no verão, conhecida por suas belas praias, suntuosos cassinos e por ser sede da mais famosa marca argentina de alfajores, a Hawana, está um caos. Escolhida como sede da IV Cúpula das Américas, que reúne, nos próximos dias 4 e 5, 34 presidentes dos continentes americanos, nas últimas semanas virou uma cidade sitiada.

A área onde ocorrem as reuniões presidenciais – cerca de 250 quadras – foi cercada por grades, ninguém entra sem uma credencial especial, incluindo os jornalistas. Cerca de 7 mil agentes federais e da polícia militar argentinos, além de dois mil especialistas em segurança dos serviços secretos americanos, estão postados por todos os lados, nas ruas, nos topos dos prédios, nas praças; helicópteros americanos fazem contínuos sobrevôos da cidade, e, "estacionados" nos aeroportos de Buenos Aires e Mar del Plata, a força aérea americana mantém pelo menos sete de aviões de guerra C-17.

Em Mar del Plata, está tudo pronto para receber chefes de Estado como Owen S. Arthur, de Barbados, ou Baldwin Spencer, de Antigua e Barbuda. E obviamente George W. Bush, dos EUA.

Do outro lado da cidade, distante do mar e dos cassinos, George Bush também tem sido o centro das atenções. Mais de 500 organizações sociais de grande parte dos países americanos iniciam nesta terça (1º) a Cúpula dos Povos, organizada pela Aliança Social Continental (rede de mais de 500 entidades e movimentos da região que lutam contra a Área de Livre Comércio das Américas (Alca), os Tratados de Livre Comércio bi e multilaterais (TLCs) e a militarização estadunidense na América Latina).

A pauta, que deve aprofundar as articulações contra a Alca e os TLCs, pretende definir estratégias de luta pela revisão e o não pagamento das dívidas externas dos países em desenvolvimento e organizar a oposição e as ações dos movimentos sociais para a próxima reunião ministerial da Organização Mundial do Comércio (que ocorrerá em dezembro em Hong Kong). Fóruns setoriais de mulheres, sindicalistas, indígenas, defensores dos direitos humanos, entre outros, também preparam uma grande marcha contra a presença de Bush na Argentina no dia 4.

Manifestação contra Bush

A marcha deve contar com "estrelas" como o ex-jogador Diego Maradona e será encerrada com uma fala do presidente venezuelano Hugo Chávez no conjunto poliesportivo de Mar del Plata e com shows de grandes nomes da música latina, como Silvio Rodríguez, Víctor Heredia e León Gieco. Antes de Chávez, farão uso da palavra a americana Cindy Sheehan, mãe de um soldado de 24 anos morto no Iraque e que se tornou o principal símbolo da oposição à guerra de Bush dentro dos EUA; Ramsey Clark, que liderou a luta contra a guerra de Vietnã na década de 60, e Javier Couso, irmão do jornalista espanhol assassinado em Bagdá em 2003 pelas tropas norte-americanas que bombardearam o hotel Palestine.

Segundo avaliação preliminar dos organizadores, o protesto deve reunir cerca de 50 mil ativistas. O jornal Pagina 12 informou que Maradona, o deputado Miguel Bonasso e o cineasta bósnio Emir Kusturica, além de "outras 150 personalidades", virão de trem. Outra caravana de cerca de mil ônibus trará dirigentes sociais e políticos de vários partidos, que se juntarão aos participantes da Cúpula dos Povos.