Blog Toques & Dicas da eNT www.nadiatimm.com

Blog Toques & Dicas, seção da Revista Eletrônica Nádia Timm - eNT

24.8.05

Encontro de Coreógrafos


Coreógrafos de diferentes regiões do Mediterrâneo e do Brasil discutem as expressões da dança contemporânea no Encontro de Coreógrafos, entre os dias 26 e 28 de agosto, no SESC Belenzinho.

O evento reúne 17 espetáculos entre eles, nove produções internacionais provenientes de diferentes regiões do mediterrâneo.

No programa, os coreógrafos convidados apresentam solos, duos e trios que mostram os caminhos mais recentes na pesquisa da linguagem da dança com o objetivo de estimular a produção contemporânea.

O evento conta com a parceria da Internacional Fabbrica for Coreographers (Itália) e o apoio do “Danças na Cidade” (Portugal). O Encontro de Coreógrafos prepara ainda um Bate Papo com coreógrafos e três workshops que discutem a produção de dança contemporânea.


Entre os destaques internacionais, a performance “Hermaphrodite” que integra a “The Beauty Series” de Apostolia Pappadamaki (Grécia) e o espetáculo "Siyala” de Emanuela Nelli & Malika El Mouradi (França/Marrocos).


Entre os coreógrafos brasileiros, Marcela Levi (Rio de Janeiro) apresenta a performance “Imagem” e Cristian Duarte (São Paulo) traz o espetáculo “Alta Necessidade”.



Bate-Papo

No dia 28, após a apresentação do último espetáculo, a Profa. Dra. Christine Greiner da Faculdade de Comunicação em Artes do Corpo – PUC/SP coordena um bate papo com todos os coreógrafos e intérpretes falam sobre seus trabalhos numa troca de experiências com o público.



Workshops

O Encontro de Coreógrafos apresenta também três workshops. No dia 26 de agosto, às 15h, o coreógrafo egípcio Ayman Al Fayat apresenta sua trajetória na dança contemporânea na Europa e no Norte da África.

Neste encontro, ele fala sobre o movimento natural, do cotidiano e suas possibilidades de trabalho e de criação.

No dia seguinte, 27 de agosto, às 15h, a italiana Marina Giovannini da Virgilio Siene Dance Company relaciona a produção artística com educação.

No dia 28, também às 15h, encerrando o programa de workshops do Encontro de Coreógrafos, o coreógrafo algeriano Tayeb Benamara apresenta resultados de pesquisa sobre a interação entre dança e ambiente dando um enfoque à linguagem contemporânea de dança de rua e break-dancing.

As inscrições são gratuitas e estão abertas a estudantes e profissionais da área de dança, sendo necessário o envio de curriculum para o e-mail encontrodecoreografos@belenzinho.sescsp.org.br. Os curriculuns serão selecionados pela equipe responsável pelo encontro.



Mostra SESC de Artes – Mediterrâneo

Evento que se tornou uma tradição no calendário cultural da cidade de São Paulo, a Mostra SESC de Artes tem como tema nessa edição o Mediterrâneo. Programado para acontecer entre os dias 18 e 28 de agosto, o evento promove o diálogo entre as diversas culturas unidas ou influenciadas por países ligados a esse mar.

Ao todo 163 grupos convidados (62 internacionais e 101 nacionais) de 18 países de três continentes (África, Ásia e Europa) apresentarão em diversas unidades SESC da Capital e Grande São Paulo. As atividades estão distribuídas nas áreas de música, dança, teatro, cinema, literatura, artes visuais, cultura digital, gastronomia, moda e o seminário internacional “Fronteiras do Mediterrâneo: Tecendo Culturas, Memórias e Identidades”.



PROGRAMAÇÃO COMPLETA



1º Encontro - Dia 26, 19h

Duração: 90min



Hermaphrodite / The Beauty Series – Apostolia Papadamaki (Grécia) - Hermaphrodite é a terceira parte de “The Beauty Series” (“As séries da beleza”), uma tetralogia que lida com exposição, protótipos e arquétipos humanos. Concepção e coreografia: Apostolia Papadamaki / Interpretação: Tasos Karachalios / Duração: 20 min



IMAGEM - Marcela Levi (Brasil – Rio de Janeiro) - Construído em colaboração com a fotógrafa Claudia Garcia, esse projeto apresenta um corpo (de mulher) superexposto, no entanto des-sexualizado. Um corpo que move e é movido através da manipulação de duas peças de roupa (um short e uma blusa) des-funcionalizadas.

Imagens e sentidos, que giram em torno de gênero e sexualidade feminina, são continuamente des-locados e/ou re-locados através do olhar do público que, ao mesmo tempo em que assiste à performance, assiste a si mesmo. Concepção e direção: Marcela Levi e Claudia Garcia / Criação e interpretação: Marcela Levi / Duração: 20 min



INSTALLED - Shani Granot (Israel)- O espetáculo questiona a relação entre corpo e espaço, a relação entre o documentado e o agora, entre fazer de conta e ser real. O vídeo é uma colagem de eventos gravados. Um diário filmado, íntimo, mas compartilhado. O palco é um espaço separado onde, assim como no vídeo, a figura se instala. Criação e Interpretação: Shani Granot / Duração: 20 min



ÀRÉBOURS 100 / Grezzo1 - Daniele Albanese (Itália) - Àrébours é um estudo sobre a relação entre movimento, sentidos, espaços e memória. Neste espetáculo, dança é uma seqüência de ações físicas destinadas a descobrir o equilíbrio certo entre sínteses, reprodução de gestos e liberdade. O trabalho define a si mesmo como um método estruturado que se move da improvisação para a fixidez de movimentos reconhecíveis, usando a fórmula da repetição. Coreografia e interpretação: Daniele Albanese / Duração: 20 min



2º Encontro - Dia 27, 17h

Duração: 180minutos



OLHOS PARA O CÉU - Raquel Pires (Brasil – Minas Gerais) - Solo que utiliza os estímulos temporais e espaciais para investigar como o corpo se adapta a situações específicas onde o limite e a transformação se fazem presentes. Dança e música se unem na busca de uma linguagem própria, revelando a condição frágil e vulnerável da existência humana. Criação e interpretação: Raquel Pires / Duração: 20 min



Som do Movimento - Frank Ejara (Brasil – São Paulo) - O espetáculo tem a intenção de levar o público a um universo imaginário, em que som e movimento se misturam e já não se sabe mais se o movimento cria o som ou o som cria o movimento. O dançarino tem o poder de manipular o som e com isso fazer sua coreografia na ausência de música propriamente dita. Concepção e interpretação: Frank Ejara / Duração: 20 min



Cantinho de Nóis - Cia. Jorge Garcia (Brasil – São Paulo) - A relação de Pernambuco com seus costumes populares somada à transformação do simples e sofrido homem do campo em artista de rua em festividades como o Cavalo Marinho e o Bumba-meu-boi são a fonte de pesquisa do trabalho. Suas festas, sua religiosidade e criatividade são traduzidas em movimentos que buscam usar elementos do folclore nordestino não como produto final, mas como componentes de uma atmosfera simples, sensual e poética. Direção: Jorge Garcia. / Com: Henrique Lima, Jorge Garcia e Marisa Bucoff. / Duração: 30 min



CHAMADA - Tayeb Benamara (Argélia) - Algumas vezes eu esqueço de onde eu venho, do que sou feito e se tenho alguma utilidade. Hoje eu guardo meu tempo para ouvir,sentir, dançar.Para estar lá, neste momento preciso e ter a consciência de ser um só no mundo, e oferecer minha presença para este vasto romance do mundo.Para dar e receber...ao mesmo tempo. Simplesmente, momentos de graça...dança. Coreografia e interpretação: Tayeb Benamara / Duração: 30 min



MOMENTS - Ayman Al Fayat (Egito) - Quando o homem está isolado por paredes construídas em volta dele ele está sozinho e se pergunta: Quem? Quando? Como? Estará ele confortável? Talvez! De qualquer maneira, existirá um conflito entre o homem e ele mesmo e o contínuo estresse diante dele para identificar seu destino e mudar sua vida e achar uma nova. Será ele capaz? E ele pensa sobre sua própria realidade e isso ocorre todo instante. Coreografia e interpretação: Ayman Al Fayat / Duração: 20 min



FIORILE – Luisa Cortesi e Massimo Barzagli (Itália) - A performance é relacionada ao trabalho pictórico do artista Massimo Barzagli, cujas pinturas são feitas usando os gestos de impressão. Flores são temas recorrentes nos seus trabalhos. A idéia de “fiorile” é de trabalhar o gesto e o contato pela dança e movimento, na transmissão das imagens de flores como produção de sentido. Coreografia e interpretação: Luisa Cortesi / Visual Artístico: Massimo Barzagli / Duração: 20 min



3mg-Gingaestética - Cia. NO AR (Brasil - Paraná) - A lógica de construção desse trabalho é a mesma de um abrigo em uma favela. Feito com pedaços de imagens arranjadas, recortadas e organizadas umas com as outras, abrigamos muitos “Brasis” e mundos temporários que se encontram em constante transformação.A ginga está dentro, entre, atrás, por baixo, acima.Ela é o labirinto que avança, longe de se chegar ao fim. Concepção, direção e coreografia: Carmen Jorge / Performers co- criadores: Weslley Soares, Carmen Jorge e Ângelo Cruz. /

Duração: 30 min



3º Encontro - dia 28, 17h

Duração: 180 min.



Alta Necessidade - Cristian Duarte (Brasil – São Paulo) - O espetáculo tem como interesse à articulação do espaço e do corpo como um organismo, sendo este visto como um sistema de partes interdependentes, responsável pela manutenção adaptativa de uma estrutura/vida. Tem como condição inicial metáforas de excesso e propõe um exagero de estímulos para investigar movimento, organização e seleção. Este solo foi desenvolvido por meio do Prêmio Estímulo do Centro Cultural São Paulo 2003. Concepção, criação e performance: Cristian Duarte / Duração: 25 min



Sexo, amor e outros acidentes - Morena Nascimento (Brasil – São Paulo) - Buscando um paralelo entre o amor e a obra de arte, sexo, amor e outros acidentes, procura discutir no corpo (um corpo de mulher) dores sem remédio. Da mesma forma que a arte, para o artista, é a solução para problemas sem solução, como diz Ferreira Gullar, o amor para o ser humano é a solução para a distância abismal que existe entre o eu e o outro. E o sexo, como a procura do encaixe perfeito, é mais uma tentativa catastrófica de “esquecermos” a nossa condição de solidão fundamental. Concepção e interpretação: Morena Nascimento / Assistência coreográfica: Paula Ferrão / Duração: 20 min

PROTECTION FORMULA - Iriz Erez (Israel) - Este trabalho solo é sobre uma mulher que tenta proteger a si mesma do exterior num sentido que se revela insuficiente. Vestida em plástico originalmente feito para proteger materiais frágeis, ela dança em silêncio usando a materialidade do som natural Esta peça solo foi feita originalmente para o “Intimadance Festival” em Tel Aviv 2003. Coreografia e Interpretação: Iris Erez / Duração: 12 minutos



SOLO EMPTY - Virgilio Sieni Dance Company (Itália) - Solo Empty, um ato de meditação no silêncio e o vazio especial simbólico de uma conflagração escondida por um monte de roupas. Mais que um evento contemporâneo, é uma evocação da vida pelas roupas. O suporte para a transfiguração é o ar. Coreografia: Virgilio Sieni e Marina Giovannini / Intérprete: Marina Giovannini / co-produção do Teatro Ponchielli Foundation of Cremona, The City of Siena e Virgilio Sieni Dance Company / Duração: 30 min



Mr. Zebra - Kleber Damáso e Letícia Ramos (Goiânia, Goiás) - Constituído de três parênteses, Mr. Zebra ou Skhízeingraph dança sobre o medo e o desejo de ser observado, estreitando a construção do movimento do corpo e do vídeo. O primeiro momento, Perseguição, é um vídeo-dança realizado na antiga Estação Ferroviária de Goiânia, sobre um estado físico alimentado por imaginários. O segundo, homônimo à coreografia, transforma este corpo em cena com urgência de liberdade, sem abdicar do desejo pelo "outro" olhar, como o da câmera, que flagra e registra.O terceiro, Lua, revela o corpo / pagina, mapeado com trechos do conto “Aventura de um Fotografo”, de Ítalo Calvino, expostos intimamente
pela filmadora que dança com a bailarina, captando imagens que são
transmitidas em tempo real. Argumentação: Letícia Ramos e Kleber Damaso
Coreografia :Kleber Damaso / Interpretação: Letícia Ramos / Duração: 12min





SIYALA – Emanuela Nelli & Malika El Mouradi (França/Marrocos) - O trabalho com as tecelãs é baseado numa tradição que está para desaparecer no Marrocos. As tecelãs tramam uma tradição oral que encontra suas linhas mágicas nos elementos abstratos que as mulheres escolheram empregar. Um grande número de elementos concorre à criação de um tapete e cada um é carregado de uma função muito importante: o lugar e a maneira de constituir um método a tecer, os materiais, as cores e os signos utilizados, a função final do tapete. A partir daí as dançarinas desenvolvem uma improvisação dançando os ritmos de tecelagem dessa região do Norte da África. Coreografia e Dança: Emanuela Nelli / Tecelagem e voz: Malika Elmouradi / Duração: 20 min





Bate Papo Encontro dos Coreógrafos

Sob a mediação da Profa. Dra. Christine Greiner, da Faculdade de Comunicação em Artes do Corpo-PUC/SP, todos os coreógrafos e intérpretes estarão falando sobre seus trabalhos numa troca de experiência entre eles e o público.

Dia 28/08, após os espetáculos



Workshops

Programa 1 -Ayman Al Fayat - Coreógrafo do Egito tem uma trajetória interessante na dança contemporânea na Europa e no Norte da África, fará um workshop sobre o movimento natural, do cotidiano e suas possibilidades de trabalho de criação contemporânea em dança. Dia 26/08, 15h.



Programa 2 - Marina Giovannini ( Virgilio Siene Dance Company) - A Cia. Virgilio Siene Danza é uma referência internacional reconhecida como uma trupe permanente na Itália de pesquisa artística contemporânea, relacionando produção, educação e residências. A coreógrafa trabalhará com a pesquisa em dança desenvolvida pela cia. Dia 27/08, 15h.



Programa 3 - Tayeb Benamara - O coreógrafo argelina, que dançou no Ballet C.de la B., criou-se na França e desenvolveu a linguagem contemporânea de dança de rua e break-dancing. Também pesquisa a interação entre dança e ambiente. Dia 28/08, 15h.



Inscrições antecipadas na unidade mediante apresentação de currículo





SESC BELENZINHO/ ENCONTRO DE COREÓGRAFOS
Av. Álvaro Ramos, 915 - Belenzinho

Tel.: 11-6602-3700 // 0800-118220 // www.sescsp.org.br



Espaço: Galpão 1 // 99 lugares

Data e horário: 26/08, 19h; 27 e 28/08, às 17h.

Ingressos: R$ 15,00 // R$ 10,00 (usuário matriculado em alguma unidade do SESC) / R$ 7,50 (trabalhador no comércio e serviços matriculado e dependentes, aposentados e estudantes com carteirinha) // Venda de ingressos antecipados: na rede SESC (todas as Unidades do SESC) // Aceitam-se cartões de crédito (todas as bandeiras) e cheques de todos os bancos



Recomendação: a partir de 16 anos

Atenção: Após o início da apresentação, não é permitida a entrada de espectadores

Acessibilidade para pessoas com necessidades especiais // Ar Condicionado



Informações sobre outras programações ligue 0800 118220 ou consulte o site: www.sescsp.org.br



Mais Informações à Imprensa:



Assessoria de Imprensa do SESC Belenzinho:

EDITOR – Edison Paes de Melo

Com Leonardo Neto ou Sylvio Novelli

Lneto@editorweb.com.br ou snovelli@editorweb.com.br

Fone: 11-3824-4200 // www.editorweb.com.br