Blog Toques & Dicas da eNT www.nadiatimm.com

Blog Toques & Dicas, seção da Revista Eletrônica Nádia Timm - eNT

5.2.05

Jornalistas caem na folia Brasil afora


Miriam Abreu



Os jornalistas que quiserem cair na folia neste Carnaval podem se programar com a agenda que o Comunique-se preparou especialmente para os próximos dias. Há blocos formados por profissionais de imprensa ao ritmo de samba e frevo, espalhados pelo país. Nossa redação traz informações sobre dias, horários e locais de concentração e desfile de alguns dos mais famosos blocos de imprensa.

O bloco alagoano Filhos da Pauta já fez o seu desfile na última sexta-feira (28/01). Os temas políticos, principais alvos de crítica de seus integrantes, atraem não só jornalistas mas também outros foliões, há 14 anos. Sua presença também está marcada no Maceió Fest, Carnaval fora de época realizado na capital alagoana. Outros blocos como o Imprensa Que Eu Gamo, do município do Rio de Janeiro, também já realizaram seus desfiles.

Em Brasília, com o objetivo de repudiar o Pacote de Abril, medida adotada pelo general Ernesto Geisel para mudar as regras eleitorais e promover reformas no sistema Judiciário em 1977, coleguinhas criaram O Pacotão. O bloco vai abrir alas com marchinhas, entre elas a campeã "Dedo de Lula", nos dias 06 e 08/02, a partir das 11h, com concentração na 302 Norte. Segundo Joca Pavaroti, um de seus organizadores, os foliões vão desfilar na contramão, tradição do bloco como forma de deixar patente sua característica inconformista. Quem quiser comprar camiseta e CD pode fazer seus pedidos pelo e-mail pacotaodf@yahoo.com.br.

Os pernambucanos têm duas opções de bloco: o Siri na Lata, com 29 anos de folia, e o Caranguejo no Caçuá, criado depois de um racha no Siri. Neste, misturam-se jornalistas, intelectuais e atores. Com direito até a site e um telefone para venda de mesas e ingressos, o Siri já viu desfilar entre seus foliões ninguém menos que Jorge Amado e Chico Buarque. O desfile vai sair do Recife Antigo, no domingo de Carnaval. Preços da camiseta e dos ingressos no site do bloco.

Já o Caranga, como é conhecido o Caranguejo no Caçuá, vai sair do Forte de Olinda também no dia 06/02, a partir das 15h. Ao som de uma orquestra composta por 20 músicos, os jornalistas vão percorrer a Rua do Sul e encerrar a folia nos quatro cantos de Olinda. O tema para que os foliões usem a criatividade nas fantasias deste ano é "O melhor do Brasil é o Caranguejo", uma sátira à campanha do governo federal "O melhor do Brasil é o brasileiro". As camisetas serão doadas àqueles que pertencem ao núcleo do bloco. O organizador Jair Pereira promete fazer de três a cinco mil pessoas dançarem ao som de frevo e maracatu. Quem quiser mais informações sobre o desfile pode ligar para (81) 8844-6186.

Pela primeira vez em 13 anos, o Burro Elétrico, formado por jornalistas e estudantes de Jornalismo, Marketing e Publicidade, além de outros profissionais, vai desfilar durante o Carnaval do Estado do Rio Grande do Norte. A brincadeira do Burro acontecia apenas no Carnatal - Carnaval fora de época em Natal. Só pessoas acima de 21 anos podem comprar o abadá (R$ 50), já que terão direito a beber desde cerveja até whisky. O desfile está marcado para 21h de sábado (05/02). Os foliões sairão do Cajueiro, na Praia de Pirangi, e vão até o Circo da Folia ao som de Krystal e banda.

Niterói, no Rio de Janeiro, vai servir de palco dos desfiles dos blocos Filhos da Pauta e Segundo Clichê. O primeiro vai homenagear o cartunista Carlos Zéfiro, criador dos "catecismos", revistinhas pornográficas vendidas clandestinamente nas décadas de 40, 50 e 60 nas bancas de jornal, com o enredo "Sexo: de A a Zéfiro". Os jornalistas se concentram no centro de Niterói, mais precisamente na Rua da Conceição, 55, em frente ao Restaurante Monteiro, a partir das 12h de sábado. Esse é 19º desfile. O artista plástico Helio Branco assina a camiseta, que será vendida a R$ 10 e pode ser comprada com o próprio pelos telefones (21) 9812-3627 ou 2721-0785.

No mesmo dia, sai o Segundo Clichê a partir das 15h, no Calçadão da Cultura, na Rua Visconde de Itaboraí. O presidente do bloco, Sérgio Soares, é o autor do samba enredo "Do genérico à zona generalizada", baseado no enredo de Fernando Paulino. O jornalista explica que a idéia é abordar de forma bem-humorada os problemas políticos e sociais do país. "Será uma tarde de lazer em meio ao plantão de Carnaval. Normalmente no sábado, a redação fecha mais cedo". O Segundo Clichê existe há sete anos.
www.comunique-se.com.br