Blog Toques & Dicas da eNT www.nadiatimm.com

Blog Toques & Dicas, seção da Revista Eletrônica Nádia Timm - eNT

23.2.05

Projetos para mulheres

O Fundo Angela Borba de Recursos para Mulheres, com sede no Rio de Janeiro, abre inscrições para seu 5º Concurso Nacional para Projetos de Grupos e Organizações de Mulheres.

Para o Fundo Angela Borba, investimento social significa proporcionar a conquista da cidadania, apostando em educação, saúde, direitos humanos e independência econômica para quem precisa, e no resgate da auto-estima a quem tem sido rejeitada e discriminada.

O valor dos projetos deverá manter-se entre R$ 2 mil e R$ 5 mil e cada grupo ou organização só poderá enviar um projeto.

É indispensável que os grupos ou organizações candidatos sejam administrados ou dirigidos por mulheres, dediquem-se a trabalhar com e para mulheres e meninas e não tenham cunho religioso e partidário de nenhum tipo.

Não é necessário, embora seja desejável, que a organização esteja formalmente registrada. As entidades interessadas devem acessar www.angelaborbafundo.org e enviar o projeto até o dia 28 de março.

16.2.05

Pesquisa em comunicação na USP

A Universidade de São Paulo (USP) promove o III Seminário Internacional Latino-Americano de Pesquisa da Comunicação, entre os dias 12 a 14 de maio.

O objetivo do evento é discutir as políticas públicas de comunicação nos países da América Latina no contexto da sociedade digital e globalizada; avaliar a produção acadêmica, que vem sendo gerada nos programas de pós-graduação sobre a democratização das áreas e dos meios de comunicação e suas interfaces sociais; comparar experiências comunicacionais democráticas entre os países latino-americanos; e levantar proposições de políticas públicas de comunicação mais democráticas.

Os resumos de atividades podem ser enviados até 4 de março para alaic@edu.usp.br. Informações sobre o formato do resumo, e detalhes sobre o evento, em www.eca.usp.br/alaic ou pelo telefone (11) 3091-2949.

15.2.05

"Venezuela: originalidade e ousadia"

A partir da realização de um vasto estudo a respeito da revolução bolivariana, e somando-a a vivência do último referendo realizado na Venezuela em agosto de 2004, Altamiro Borges acaba de lançar um livro que descreve todo o processo de consagração de Hugo Chávez neste país.

“Venezuela: originalidade e ousadia” é o nome desta obra que reúne, também, entrevistas com o próprio Hugo Chávez e outros importantes personagens envolvidos na história recente da Venezuela, proporcionando aos leitores o conhecimento dos pormenores que explicam por que os senhores do imperialismo e da oligarquia local reprovam a ascensão da revolução bolivariana.

De maneira criativa e prática, em sua narrativa, Altamiro Borges demonstra o quanto Chávez é carismático e querido na Venezuela, como ele utilizou a diplomacia para se relacionar com as forças opositoras e iniciar o combate à globalização neoliberal na América Latina, ainda, com o aval da maioria da população venezuelana que, em especial, no último referendo, organizou-se em patrulhas eleitorais, deixando o país “avermelhado com o cartaz do no – não ao retrocesso, não ao passado, não à oligarquia, não ao diablo Bush ”.

Mas esta experiência tão rica e admirável também relativizada por Miro em seu livro. O autor expõe todos os aspectos positivos da forma como Chávez conduz as políticas públicas, econômicas e sociais, detalhando por meio de exemplos práticos todas as suas positivas conseqüências, porém não deixa de analisar os possíveis riscos da revolução bolivariana sofrer um revés.


A primeira edição da obra foi lançada no Fórum Social Mundial realizado no final de janeiro, em Porto Alegre. Para obter seu exemplar, entre em contato com a Editora Anita Garibaldi, no telefone 55- 11 3266-4312

10.2.05

Manifestação contra MP



“A Medida Provisória 232/04, que institui o reajuste da tabela do Imposto de Renda da Pessoa Física (IRPF) e propõe elevar a carga tributária das empresas do setor de serviços por meio do aumento de 32% para 40% da Contribuição Sobre o Lucro Líquido (CSLL) e da alíquota do Imposto de Renda da Pessoa Jurídica (IRPJ), merece o repúdio da cadeia produtiva da engenharia e da arquitetura e dos demais setores da área de serviços”, diz a presidente do Sindicato Nacional das Empresas de Arquitetura e Engenharia Consultiva (Sinaenco), Norma Gebran Pereira.

Para expressar o repúdio, o Sinaenco e as 41 outras entidades setoriais que compõem o Fórum Permanente em Defesa do Setor de Serviços realizarão, no dia 15 de fevereiro, a partir das 10h30,em frente à sede paulista da Secretaria da Receita Federal.


Unanimidade contra

A MP pretende introduzir o aumento da CSLL e da alíquota do IRPJ, tentando escamoteá-lo com o aguardado reajuste da tabela do Imposto do IRPF, de 10%.

Segundo Norma, “esse consenso, na verdade, é a voz dos produtores de serviços essenciais à sociedade e que pretendem combater sem tréguas mais esse atentado ao setor que, de acordo com os dados do IBGE, é responsável por cerca de 55% do PIB brasileiro e emprega 43 milhões de pessoas, ou 57% da nossa força de trabalho. E que teve nos últimos dez anos [fonte: Bordin Consultores] aumento na carga tributária da CSLL de 260% e de 36,77% sobre o faturamento bruto”.

Além disso, diz a presidente do Sinaenco, estudos do Instituto Brasileiro de Planejamento Tributário (IBPT) mostram que essa medida elevará os preços ao consumidor em 3,5%, em média; atingirá cerca de 500 mil empresas e empurrará para a informalidade cerca de 200 mil firmas.

Assim, as 9.540 empresas representadas pelo Sinaenco estão afinadas com as demais entidades que constituem o Fórum na realização de atos públicos e outras iniciativas, em parceria com as demais entidades e setores contrários à medida provisória – que constituíram a Frente Brasileira Contra a MP 232. “O Brasil precisa de ambiente econômico, fiscal e tributário que favoreça o desenvolvimento, o crescimento sustentado e o emprego, com justiça social – e não o contrário”, reclama Norma.



Sinaenco
Fundado em 1988, o Sinaenco é um sindicato que congrega mais de dez mil empresas de arquitetura e de engenharia consultiva em todo o País, setor que constitui parte significativa da formação do patrimônio científico-tecnológico nacional.

Essas empresas constituem o elo inicial da cadeia produtiva de setores significativos da infra-estrutura brasileira e são responsáveis pela elaboração de projetos e estudos de viabilidade, pelo planejamento e gerenciamento de empreendimentos nas mais diversas áreas, como transportes, telecomunicações, saneamento, energia, habitação e urbanismo. As atividades do setor, portanto, estão intrinsecamente ligadas ao planejamento estratégico e ao desenvolvimento do Brasil.

O planejamento adequado de um investimento, a solução bem estudada e projetada, o rigoroso gerenciamento do empreendimento, garantem economia de recursos financeiros e materiais, racionalização de processos e melhor qualidade de atendimento ao usuário final e constituem a essência da atividade do setor.

Estas empresas planejam, determinam a viabilidade, projetam, gerenciam e acompanham o “start up” de empreendimentos físicos nas mais diversas áreas, além de realizar estudos técnicos para concessões e privatizações. Cabe a elas viabilizar a implantação de obras rodoviárias, ferroviárias, portuárias, pontes, túneis, viadutos, oleodutos, gasodutos, obras de saneamento, metrôs, aeroportos, barragens, usinas hidrelétricas, usinas nucleares, linhas de transmissão, instalações petrolíferas, plataforma off-shore, redes e sistemas de telecomunicações, siderúrgicas e as mais diversificadas instalações industriais e edificações, dentre as quais shopping centers, conjuntos habitacionais, hotéis, escolas e hospitais, bem como desenvolver planejamento urbano, local e regional, e projetos de paisagismo e urbanismo.

O mercado de Arquitetura e Engenharia Consultiva possui faturamento médio anual da ordem de R$ 1 bilhão, empregando cerca de 60 mil trabalhadores.


Onde: Av. Santos Dumont, 1313, Santana, São Paulo (em frente ao Clube Espéria)

Contato: 55- 11 3123-9200

9.2.05

LINGÜÍSTICA / Debate internacional na UnB


A Associação Brasileira de Lingüística (Abralin) realizará entre 17 e 19 de fevereiro o IV Congresso Internacional da Abralin, na Universidade de Brasília.

O evento contará com a participação de renomados pesquisadores brasileiros e estrangeiros nas palestras, mesas-redondas, sessões coordenadas, comunicação individual, pôsteres e lançamento de livros.

Nas semanas anterior e posterior ao congresso será realizado o XVII Instituto de Lingüística, quando serão ministrados minicursos, destinados aos alunos de graduação e pós-graduação das universidades brasileiras.

Os minicursos terão a duração de 15 horas (1 crédito) e de 30 horas (2 créditos). Todas as atividades ocorrerão no campus da UnB. Podem se inscrever professores, alunos de graduação e de pós-graduação.

Informações sobre os cursos, taxas, hospedagem, professores e ementas estão disponíveis no site www.unb.br/abralin.



5.2.05

Jornalistas caem na folia Brasil afora


Miriam Abreu



Os jornalistas que quiserem cair na folia neste Carnaval podem se programar com a agenda que o Comunique-se preparou especialmente para os próximos dias. Há blocos formados por profissionais de imprensa ao ritmo de samba e frevo, espalhados pelo país. Nossa redação traz informações sobre dias, horários e locais de concentração e desfile de alguns dos mais famosos blocos de imprensa.

O bloco alagoano Filhos da Pauta já fez o seu desfile na última sexta-feira (28/01). Os temas políticos, principais alvos de crítica de seus integrantes, atraem não só jornalistas mas também outros foliões, há 14 anos. Sua presença também está marcada no Maceió Fest, Carnaval fora de época realizado na capital alagoana. Outros blocos como o Imprensa Que Eu Gamo, do município do Rio de Janeiro, também já realizaram seus desfiles.

Em Brasília, com o objetivo de repudiar o Pacote de Abril, medida adotada pelo general Ernesto Geisel para mudar as regras eleitorais e promover reformas no sistema Judiciário em 1977, coleguinhas criaram O Pacotão. O bloco vai abrir alas com marchinhas, entre elas a campeã "Dedo de Lula", nos dias 06 e 08/02, a partir das 11h, com concentração na 302 Norte. Segundo Joca Pavaroti, um de seus organizadores, os foliões vão desfilar na contramão, tradição do bloco como forma de deixar patente sua característica inconformista. Quem quiser comprar camiseta e CD pode fazer seus pedidos pelo e-mail pacotaodf@yahoo.com.br.

Os pernambucanos têm duas opções de bloco: o Siri na Lata, com 29 anos de folia, e o Caranguejo no Caçuá, criado depois de um racha no Siri. Neste, misturam-se jornalistas, intelectuais e atores. Com direito até a site e um telefone para venda de mesas e ingressos, o Siri já viu desfilar entre seus foliões ninguém menos que Jorge Amado e Chico Buarque. O desfile vai sair do Recife Antigo, no domingo de Carnaval. Preços da camiseta e dos ingressos no site do bloco.

Já o Caranga, como é conhecido o Caranguejo no Caçuá, vai sair do Forte de Olinda também no dia 06/02, a partir das 15h. Ao som de uma orquestra composta por 20 músicos, os jornalistas vão percorrer a Rua do Sul e encerrar a folia nos quatro cantos de Olinda. O tema para que os foliões usem a criatividade nas fantasias deste ano é "O melhor do Brasil é o Caranguejo", uma sátira à campanha do governo federal "O melhor do Brasil é o brasileiro". As camisetas serão doadas àqueles que pertencem ao núcleo do bloco. O organizador Jair Pereira promete fazer de três a cinco mil pessoas dançarem ao som de frevo e maracatu. Quem quiser mais informações sobre o desfile pode ligar para (81) 8844-6186.

Pela primeira vez em 13 anos, o Burro Elétrico, formado por jornalistas e estudantes de Jornalismo, Marketing e Publicidade, além de outros profissionais, vai desfilar durante o Carnaval do Estado do Rio Grande do Norte. A brincadeira do Burro acontecia apenas no Carnatal - Carnaval fora de época em Natal. Só pessoas acima de 21 anos podem comprar o abadá (R$ 50), já que terão direito a beber desde cerveja até whisky. O desfile está marcado para 21h de sábado (05/02). Os foliões sairão do Cajueiro, na Praia de Pirangi, e vão até o Circo da Folia ao som de Krystal e banda.

Niterói, no Rio de Janeiro, vai servir de palco dos desfiles dos blocos Filhos da Pauta e Segundo Clichê. O primeiro vai homenagear o cartunista Carlos Zéfiro, criador dos "catecismos", revistinhas pornográficas vendidas clandestinamente nas décadas de 40, 50 e 60 nas bancas de jornal, com o enredo "Sexo: de A a Zéfiro". Os jornalistas se concentram no centro de Niterói, mais precisamente na Rua da Conceição, 55, em frente ao Restaurante Monteiro, a partir das 12h de sábado. Esse é 19º desfile. O artista plástico Helio Branco assina a camiseta, que será vendida a R$ 10 e pode ser comprada com o próprio pelos telefones (21) 9812-3627 ou 2721-0785.

No mesmo dia, sai o Segundo Clichê a partir das 15h, no Calçadão da Cultura, na Rua Visconde de Itaboraí. O presidente do bloco, Sérgio Soares, é o autor do samba enredo "Do genérico à zona generalizada", baseado no enredo de Fernando Paulino. O jornalista explica que a idéia é abordar de forma bem-humorada os problemas políticos e sociais do país. "Será uma tarde de lazer em meio ao plantão de Carnaval. Normalmente no sábado, a redação fecha mais cedo". O Segundo Clichê existe há sete anos.
www.comunique-se.com.br

4.2.05

Prêmio sobre Quilombolas



A Associação Brasileira de Antropologia (ABA),com apoio do Ministério do Desenvolvimento Agrário, abre inscrições para o Prêmio sobre Estudos de Territórios Quilombolas.

A iniciativa está dividida em duas categorias: Apoio à Pesquisa e Ensaio Inédito. Na primeira, podem participar estudantes regularmente matriculados em programas de pós-graduação reconhecidos pela Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes).

Na categoria Ensaio Inédito, podem se inscrever antropólogos associados à ABA como sócio-estudante, sócio-efetivo ou sócio-correspondente. Embora o tema seja territórios quilombolas, somente serão aceitos trabalhos que abordem um destes subgrupos: regularização fundiária, movimentos sociais, gênero e economia e etnodesenvolvimento.

As inscrições até 15 de março.
55 (48) 331-8209 / aba@abant.org.br.

3.2.05

ANIMA MUNDI: inscrições já estão abertas


Estão abertas, até 26 de março, as inscrições para a mostra competitiva do 13º ANIMA MUNDI - Festival Internacional de Animação do Brasil. Pela primeira vez, filmes de longa-metragem têm vez na competição.

Este ano, será realizado em julho, no Rio de Janeiro, de 8 a 17, e em São Paulo, de 20 a 24.

Desde o ano passado, as animações em vídeo e película passaram a ser exibidas nas mesmas sessões, sem distinção de formato.

Na mostra competitiva, a regra é a mesma: filmes e vídeos competem nas mesmas categorias e disputam os mesmos prêmios.

Os interessados em inscrever seus trabalhos no ANIMA MUNDI devem preencher o formulário que se encontra no site www.animamundi.com.br e enviar uma cópia da animação em VHS ou DVD para a pré-seleção para a sede do ANIMA MUNDI (Rua Elvira Machado 7, casa 1A - Botafogo. CEP: 22280-060. Rio de Janeiro.

Não há limite de inscrições por participante, desde que para cada obra seja preenchido um formulário diferente.

O importante é que as animações não tenham sido exibidas ou inscritas anteriormente no festival.Os trabalhos selecionados serão divulgados dia 2 de maio.

CATEGORIAS:

CURTA-METRAGEM - filmes e vídeos de curta-metragem de animação para o público geral

LONGA-METRAGEM - filmes de animação com duração superior a 60 minutos

CURTA-INFANTIL - filmes e vídeos de curta-metragem de animação para o público infantil

ANIMAÇÃO BRASILEIRA - Filmes e vídeos de curta-metragem de animação realizados por artistas brasileiros

PORTIFÓLIO - filmes e vídeos de animação de publicidade, institucionais ou seqüências de efeitos especiais, realizados por encomenda

PRIMEIRA OBRA - Primeiro filme ou vídeo de curta-metragem de animação autoral do participante

ANIMAÇÃO EM CURSO - filmes e vídeos de curta-metragem de animação produzidos em oficinas e cursos

CATEGORIAS NÃO-COMPETITIVAS

PANORAMA - Curtas ou médias metragens de animação, realizados em filme ou vídeo, selecionados para sessões especiais

MOSTRAS ESPECIAIS - Curtas ou médias-metragens de animação, convidados pela direção do festival.

PREMIAÇÃO

JÚRI POPULAR

O público de ANIMA MUNDI do Rio de Janeiro e de São Paulo elegerá, por voto direto, os seus títulos preferidos.Cada trabalho tem a oportunidade de ser duplamente premiado.Todos os vencedores recebem o troféu ANIMA MUNDI.

Melhor Curta-Metragem - R$ 8 mil
Melhor Longa-metragem - R$ 5 mil
Melhor Curta Infantil - R$ 3 mil
Melhor Animação Brasileira - R$ 4 mil
Melhor Portifólio - R$ 2 mil
Melhor Primeira Obra - R$ 2 mil
Melhor Animação em Curso - Troféu ANIMA MUNDI

JÚRI PROFISSIONAL

Um colegiado de animadores, cineastas, jornalistas, artistas plásticos e outros especialistas ligados à arte de animação escolhe, dentre todas as categorias em competição, os ganhadores dos prêmios profissionais de ANIMA MUNDI 2005. Todos os vencedores recebem o troféu ANIMA MUNDI.

Melhor Animação - R$ 3 mil
Melhor Roteiro - R$ 3 mil
Melhor Trilha Sonora - R$ 3 mil
Melhor Design - R$ 3 mil

PRÊMIO DOS DIRETORES DE ANIMA MUNDI

Um prêmio atribuído pelos quatro diretores do Festival ao filme ou vídeo que se destaca por sua contribuição especial ao cinema de animação. O vencedor recebe R$ 3 mil e o troféu ANIMA MUNDI.

PRÊMIO “ANIMA MUNDI ESPECIAL”

Alguns dos melhores filmes e vídeos do Festival vão ser selecionados e convidados a participar de ANIMA MUNDI ESPECIAL, mostra que vai percorrer mais quatro cidades brasileiras, além do Rio e de São Paulo. Os participantes recebem um prêmio de R$ 700.



1.2.05

Bolsa integral para estudar nos EUA.



A EF, maior organização privada de educação do mundo, acaba de anunciar a abertura das inscrições para a terceira edição de seu Concurso Cultural. O vencedor ganhará uma bolsa no valor de aproximadamente US$7.450, que inclui um ano de estudo gratuito em um colégio público norte-americano, hospedagem em casa de família, refeições e passagens aéreas.



O concurso é voltado para estudantes que cursam o ensino médio, possuam conhecimento intermediário de inglês e tenham nascido entre 15/03/87 e 01/08/90. Os interessados poderão inscrever-se até 12 de março pelo e.mail highschoolyear.br@ef.com ou nas escolas parceiras.



Na primeira edição, a vitória ficou com a paulista Gabrielle Gorgati, de Cotia (SP). Já o vencedor da segunda edição foi o mineiro Leandro Muniz, de Belo Horizonte.



Processo de seleção



No momento da inscrição, os candidatos terão que fazer um teste de inglês e uma redação em português em suas escolas ou nos escritórios EF nos seguintes Estados: São Paulo, Rio de Janeiro, Minas Gerais, Espírito Santo, Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Paraná, Goiás, Mato Grosso do Sul, Amazonas, Ceará, Pernambuco, Bahia, Sergipe, Paraíba, Alagoas, Rio Grande do Norte, Tocantins, Maranhão e Piauí. A divulgação dos resultados desta primeira fase será em 16 de março no site da EF – www.ef.com/highschool.



Na segunda fase do processo seletivo, que vai até 23 de março, os aprovados terão que entregar um dossiê com informações sobre seu desempenho escolar e trabalhos voluntários, entre outras. O vencedor será conhecido em 2 de abril e no dia 16 embarcará para a Costa Rica com finalistas de outros países da América Latina – Venezuela, Colômbia, Equador e Chile. O resultado final sai em 18 de abril e o embarque do grande vitorioso para os Estados Unidos acontece em agosto.



A EF Educação Internacional atua através de 70 escritórios em 52 países e oferece oportunidades de intercâmbio cultural, trabalho remunerado e aprendizado em diversos idiomas - inglês, espanhol, francês, italiano, russo, alemão e chinês.



Mais de três milhões de pessoas já se beneficiaram dos programas da entidade. No Brasil desde 1986, a EF é a única empresa de intercâmbio presente no país que possui escolas próprias, o que assegura um completo controle de todas as etapas que envolvem uma experiência de aprendizado no exterior.