Blog Toques & Dicas da eNT www.nadiatimm.com

Blog Toques & Dicas, seção da Revista Eletrônica Nádia Timm - eNT

9.12.04

Conselho Estadual de Cultura do Rio de Janeiro premia gente que faz

O Conselho Estadual de Cultura (CEC) anunciou ontem os vencedores, por
unanimidade, dos prêmios Golfinho de Ouro (na categoria Cinema: Silvio
Tendler); e do Estácio de Sá (na categoria Arquitetura, Urbanismo e
Paisagismo: Fundação Oscar Niemeyer; e na categoria Ciências: Casa de
Oswaldo Cruz). Ao todo, foram agraciados 12 profissionais com o Prêmio
Golfinho de Ouro e 12 instituições com o Prêmio Estácio de Sá.


A atriz e diretora Bibi Ferreira venceu o Golfinho de Ouro das Artes Cênicas
por quase unanimidade (recebeu 20 dos 21 votos), assim como o Tempo Glauber,
que levou o Estácio de Sá na categoria Cinema (com 20 votos e 1 abstenção).
Após a proclamação dos resultados feita por Ricardo Cravo Albin, presidente
do CEC, o diretor do Museu de Arte Moderna, Hélio Portocarrero, renunciou ao
cargo de Conselheiro de Cultura pelo fato de o MAM ter perdido o Prêmio
Estácio de Sá em Artes Plásticas para o Instituto Carlos Scliar.



Outros ganhadores do Golfinho de Ouro foram Maria Bethânia (Música); Lêdo
Ivo (Literatura); Cleonice Berardinelli (Educação). Outros vencedores do
Prêmio Estácio de Sá foram o Teatro Rival (Artes Cênicas), a TVE
(Comunicação) o Preservale (Patrimônio Histórico).



Concorreram ao Golfinho 31 nomes indicados (17 na capital e seis no interior
e Baixada). O Prêmio Estácio de Sá foi disputado por 25 nomes (13 na capital
e nove no interior e na Baixada). Os premiados foram escolhidos por 25
pessoas de notável saber, entre elas membros da Academia Brasileira de
Letras e reitores.



Ontem foram anunciados também os homenageados com o Prêmio Governo do Estado
do Rio De Janeiro: Lily Marinho, Moacyr Werneck de Castro e a Associação
Cultural da Arquidiocese do Rio de Janeiro. O Prêmio Governo do Estado foi
criado em 1977 e é concedido a três pessoas físicas ou jurídicas de
destaque.



Já o Golfinho de Ouro e o Prêmio Estácio de Sá, outorgados anualmente pelo
CEC desde 1988, foram criados em 1967. O nome Golfinho alude às armas do
brasão do antigo Estado da Guanabara e de Estácio de Sá, fundador da cidade.
A cerimônia de entrega dos prêmios será realizada em março, na Sala Cecília
Meireles.